Este blogue será utilizado na nova Unidade Curricular - Metodologias de Investigação do Programa Doutoral Multimédia em Educação. Os elementos do grupo são: Carlota Lemos,Cláudia Cruz, Isabel Araújo, Luís Pereira e Lurdes Martins.

01
Abr 10

A análise dos dados pode ser definida como consistindo em três fluxos concomitantes de

acção: redução de dados, visualização de dados e conclusões e verificação (ver também

Huberman & Miles, 1994, pp. 10-12).

Redução de dados:

 - Os dados qualitativos precisam de ser reduzidos e transformados, de modo a torná-los mais facilmente acessíveis, compreensíveis e para extrair vários temas e padrões.

  - reconhece a natureza volumosa de dados qualitativos em estado bruto, é necessário focalizar, simplificar e transformar os dados brutos numa forma manejável. Frequentemente, a redução de dados ocorre ao longo da vida do projecto de investigação.

 

Por exemplo, depois das entrevistas concluídas e horas de fitas de áudio criadas, as entrevistas também são transcritas para impressão através de programas de processamento de texto

e / ou computador baseado em formatos de análise textual.

 

Como o projecto continua, outros elementos da redução de dados irão decorrer (resumos, identificação de temas de análise, etc.).

Esta redução de dados e de transformação do processo decorre durante todo o período da pesquisa.

 

Exibição de dados:

 - destina-se a transmitir a ideia de que os dados são apresentados como um conjunto organizado de informações que podem ser elaboradas analiticamente através de :

 

·         tabelas de dados

·         fichas de registo dos temas

·         resumos ou proporções das diversas declarações

·         frases ou termos

Estas exposições auxiliam o pesquisador na compreensão e / ou observação de determinados padrões nos dados, ou determinar que uma análise adicional ou acções devem ser tomadas.

 

Conclusões e Verificação:

A última actividade consiste na conclusão elaboração e verificação.

Durante todo o processo de investigação, o investigador A verificação é na verdade uma dupla consideração. Em primeiro lugar, as conclusões da elaboração dos padrões devem ser confirmados, verificados para garantir que eles são reais. Isto pode ser feito pelo investigador através de uma cuidadosa verificação do  caminho que o levou a tal conclusão,ou seja, percorrendo as várias etapas de análise que levou até à conclusão).

Ou, pode optar por ter outro pesquisador a analisar e tirar conclusões para testar as suas próprias conclusões.

Em segundo lugar, a verificação envolve assegurar que todos os procedimentos utilizados para chegar a conclusões foram claramente articuladas.

Desta forma, outro pesquisador poderia replicar o estudo ea análise de procedimentos e tirar conclusões comparáveis.

 

 

TIPOS DE ENTREVISTAS

Existem estruturas de entrevistas conhecidas por "a família de entrevistas qualitativas" (Rubin & Rubin, 1995).

Algumas fontes mencionam apenas dois, ou seja, formal e informal (Fitzgerald &Cox, 1987, pp. 101-102).

Outras fontes referem-se a este processo de investigação, como estruturados ou não estruturados (Fontana & Frey 1994; Leedy, 1993).

 

No entanto, apelo menos três grandes categorias, podem ser identificadas (Babbie, 1995; Denzin, 1978; Frankfort-Nachmias & Nachmias, 1996; Gorden, 1987; Nieswiadomy 1993):

·         entrevista padronizada (formal ou estruturada),

·         entrevista não padronizada (informal ou entrevista não-directiva),

·         entrevista semi-padronizada (semi-estruturadaou semi-dirigida).

 

A entrevista padronizada

  <meta content="Microsoft Word 12" name="Gen


Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


arquivos
pesquisar
 
blogs SAPO