Este blogue será utilizado na nova Unidade Curricular - Metodologias de Investigação do Programa Doutoral Multimédia em Educação. Os elementos do grupo são: Carlota Lemos,Cláudia Cruz, Isabel Araújo, Luís Pereira e Lurdes Martins.

06
Mar 10

"A avaliação no processo ensino-aprendizagem é um tema bastante delicado.

Possui implicações pedagógicas que extrapolam os aspectos técnicos e metodológicos e

atinge aspectos sociais, éticos e psicológicos importantes..."    (Berbel et al)


Podemos ver mais sobre a avaliação  em  http://www.anped.org.br/reunioes/23/textos/0405p.PDF


comentários:
Concordo com o "bastante delicado". Não é à toa que no ano transacto houve manifestações de professores a nível nacional precisamente por causa da temática da avaliação. Os professores que nas práticas diárias avaliam constantemente (pelo menos em teoria!) repelem a avaliação quando esta se lhes aplica. Há várias questões que não são, de forma alguma, de resposta simples: o que avaliar? porquê avaliar? como avaliar? e quem avalia?. Toda esta agitação recente significa, pelo menos, que se está a reflectir sobre a temática, o que, a meu ver, é francamente positivo.
Mas de facto, continuo a achar curioso que quando tenho de entregar o meu relatório de avaliação, apenas me é solicitado o preenchimento de uma grelha relacionados essencialmente com publicações e participação em congressos, serviço prestado à escola para além das aulas, nada havendo onde me possa pronunciar sobre as minhas práticas enquanto docente.
Estranho, não?
lurdesmartins a 6 de Março de 2010 às 10:08

Começa logo por ser um tema delicado se pensarmos que a terminologia deste tema varia consoante os autores. Cabrita, por exemplo, defende que devemos falar de um processo de ensino e de aprendizagem. O life-long learning já não é uma realidade distante. É o nosso presente e o nosso futuro, se quisermos ocupar um lugar produtivo numa sociedade cada vez mais industrializada e competitiva. Perante este conceito de aprendizagem ao longo da vida é natural, se não imperativo, que a avaliação tenha de ser vista à luz destas mudanças. Segundo Menéz (2002) a “avaliação possui a tarefa de se centrar na forma como o aluno aprende, sem descuidar da qualidade do que se aprende”.
lmsapereira a 6 de Março de 2010 às 19:41

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
27



arquivos
pesquisar
 
blogs SAPO